Caído na moral
Cego e surdo pra mim mesmo
Sozinho não me desespero
Tudo ao seu tempo
Levantando em meio a zona
Zona do negativo
Estou pronto para outra
E agora eu me sinto

Vivo e envenenado por dentro
Vivo, ah só eu sei o que eu agüento
Vivo, mesmo assim eu...

Não me matam nem a pau
Eu não morro quieto
Eu luto pelo que eu penso
Espero um mundo pros grandes e pros pequenos
e faço sempre ser bem mais do que eu tenho

Vivo e envenenado por dentro
Vivo, ah só eu sei o que eu agüento
Vivo, mesmo assim eu...

E assim eu tento...
E assim eu tento...
E assim eu tento...
E assim eu tento...
Pode vir ódio e mágoa feito vento
Que eu não vou me abalar


Gangzila paroles Vivo Envenenado paroles traduction biographie chansons lyrics discographie clips videos mp3s